Sistema de Excelência no Exército Brasileiro

 

 



Em 1985, após 44 anos de ausência, o Exército iniciou estudos para recriar a sua Aviação, com o objetivo de reaparelhar a Força Terrestre, tornando-a mais rápida, moderna e eficiente. Em 1986, o Ministério do Exército, Gen Leônidas Pires Gonçalves, expediu o Plano de Implantação da Aviação do Exército que previa, entre outras coisas, o emprego exclusivo de helicópteros, a formação dos primeiros aeronavegantes na Força Aérea Brasileira - FAB e na Marinha do Brasil.


Em 1991, foi criado o Núcleo do Centro de Instrução de Aviação do Exército, com o objetivo de iniciar os trabalhos que permitiriam o aparecimento do CIAvEx. As instalações estavam sendo construídas e os instrutores eram os militares formados na Marinha do Brasil e na FAB, ou seja, os "pioneiros" do CIAvEx.


Em 26 de setembro de 1991, foi criado o Centro de Instrução de Aviação do Exército, entrando em funcionamento a partir de 1992. Os pioneiros conseguiram criar um centro de formação com excelente nível didático e dotado de material aeronáutico de primeira linha.

As missões do CIAvEx estão capituladas no seu Regulamento, aprovado por sua Exª o Comandante do Exército, cuja última edição data de 2000, onde são definidas suas missões: ministrar cursos e estágios visando à formação, especialização e aperfeiçoamento de pessoal para a Aviação do Exército, bem como sua habilitação para a ocupação de cargos e o desempenho de funções ligadas à mesma.

Deve, ainda, realizar estudos que contribuam para o aperfeiçoamento e criação de novas doutrinas aplicáveis à Aviação do Exército, assim como atualizar o pessoal da AvEx no conhecimento de assuntos técnico-profissionais relativos à aviação. Cabe ainda ao Centro a padronização de procedimentos técnicos e táticos no âmbito da AvEx.

Destacando-se no contexto mundial da aviação, o CIAvEx recebeu homologação da empresa TURBOMECA, fabricante de motores de aeronaves, sendo hoje a única escola da América do Sul nessas condições. É importante ressaltar que existem apenas três escolas nessa situação em todo o mundo: duas na Europa e uma no Brasil (CIAvEx).

Os integrantes do CIAvEx compreendem a forte ligação espiritual, histórica e cultural existente com a "Escola de Aviação Militar - 1919", orgulhando-se desse título histórico dado ao Centro.

Laços indissolúveis de sangue unem os atuais integrantes do CIAvEx àqueles mártires pioneiros que pertenceram às nossas fileiras e que hoje são os alicerces morais de nosso Centro de Instrução de Aviação do Exército.



"PER AUDACIAM AD PROTECTIONEM"

Clique aqui para acessar a página oficial do CIAvEx